Corpo-Texto

Contextos

ÂNIMA'NMOV

Projeto - 2021

O corpo discursa em sua sintaxe própria, que abrange esferas fisiológica, cultural, social, histórica, via processamento incessante de dados e informações continuamente atualizados. O corpo, enquanto algoritmo, conduz o sujeito e dele se constitui.

O corpo é  autoral, ancorado em experiência, individualidade e no direito de existir. E nesse direito de exercer-se talvez se configure o reconhecimento da alteridade. É a partir da assunção do discurso do meu corpo enquanto direito irrefutável, que sou capaz de reconhecer a autenticidade do corpo outro e, apenas dessa forma, legitimamente respeitá-lo.

Dessa busca pela assunção do corpo como próprio que se escreve a história, escrevendo-o. Da necessidade de aprender e reaprender o corpo, passe-se a tê-lo "meu e eu". A sê-lo, nascê-lo...

Ânima'nmov é  dedicado ao corpo e aos corpos que buscam-se e se rebuscam, inventam-se, duvidam-se, desistem e reiniciam… Sempre movendo-se.
Do filosófico ao fisiológico, um espaço ao tempo de expressão.

Em desenvolvimento